Mat Pilates: nova paixão pelo corpo

Quem me conhece sabe o quão sedentária e preguiçosa eu sempre fui. Nunca gostei de academia e não tinha disciplina para caminhadas. Além disso, vivia morrendo de sono e o intestino não funcionava bem. Até que comecei a ler sobre o pilates e indicada por uma amiga, Sara, dona de uma clínica de estética procurei o Studio Espaço Vivo.

Todas as minhas reclamãções passaram. Acordo cedo praticamente todos os dias e sinto prazer em me exercitar. Na academia faço o chamado pilates de solo (mat pilates) em um circuito onde cada dia de aula usamos equipamentos diferentes. Indico sempre!

Para conhecer mais, segue uma matéria sobre meu mais novo assunto. Extraído do site da Revista Pilates.

Mat Pilates tonifica e alonga músculos.

Com o boom do Pilates nos últimos anos, a técnica praticada nos estúdios, com
o uso de grandes aparelhos, está cada vez mais difundida, seja como exercício
físico ou na recuperação de lesões.

Mas outras variações do método tão eficazes quanto aquela ficaram “escondidas” e não ganharam tanta divulgação da mídia, como é o caso do Mat Pilates, uma versão da técnica onde os movimentos são feitos apenas no chão, valendo-se do peso do próprio corpo e da força da gravidade.

Nessa modalidade, conforme explica Tânia Mara Tiveron Borges, instrutora da técnica, o treinamento tem o mesmo princípio do método tradicional. A única diferença é que no Mat Pilates não se usa o aparelho, mas pode ser realizado com
a ajuda de acessórios, como bolas, faixas e pesos.

Com a técnica, os músculos são trabalhados duplamente, sendo tonificados e alongados ao mesmo tempo. Assim,
os praticantes conseguem diversos benefícios com as aulas, que são individuais e
bissemanais.

A primeira vantagem obtida com as sessões e a mais importante delas é o encontro do aluno com o seu próprio “eixo”, ou seja, com seu centro de equilíbrio. “No dia a dia, as pessoas saem muito desse centro, descompensando o corpo. A pessoa começa a se ‘entortar’ e fica pendente para um lado, o que acaba sobrecarregando mais os músculos de um lado do corpo, e a coluna, por si só, entorta”, relata a professora.

Ela acrescenta que é desse processo que surgem as pequenas dores, como na lombar, no pé e no joelho. Com a estabilização do corpo do praticante já nas
primeiras semanas do treinamento, aparecem os benefícios, que são, além do
alívio das dores, melhora no sono, no nível de estresse, na condição respiratória, bem como avanço no aspecto neurológico, quais sejam concentração e equilíbrio.

De outro lado, em longo prazo (em média, a partir de dois meses da prática do
Mat Pilates), a instrutora garante que o praticante obtém ainda conquistas estéticas, como definição de silhueta e abdômen, e melhora de celulite. “Ao
trabalhar conjuntamente alongamento e tônus, os músculos ficam definidos e
equilibrados, sem aumento de volume”, ressalta.

O trabalho de Mat Pilates pode ser direcionado para todas as idades, desde
crianças a partir de sete anos até mesmo pela turminha da terceira idade, porque
os exercícios são suaves e realizados sem impacto. “É um exercício muito bom
para os idosos, porque oferece, além de maior agilidade, benefícios nas articulações (em caso de artrose) e proteção da estrutura óssea”, informa Tânia.

Além disso, a professora conta que os exercícios trabalham os músculos, mas
não levam o aluno à exaustão. “Enquanto em uma aula convencional deve-se
praticar três séries de 30, com o Mat Pilates, é uma série de 10. São praticadas
menos repetições, mas com mais consciência, com mais perfeição”, destaca.

Fonte: www.jmonline.com.br.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: